Boas Artes! Sempre é bom começar a semana com Arte. E recebi um pre release do MASP que me deixou com água na boca. Nada melhor do que compartilhar com vocês aqui no artenavida.

Desde 09 de dezembro está rolando lá no 2º subsolo do MASP, a Exposição com Obras de  AGOSTINHO BATISTA DE FREITAS que retratam o prédio do MASP e a cidade de São Paulo. Super bacana, né?!

As Obras foram realizadas entre os anos de 1950 e 1990 e compiladas no catálogo da mostra, que foi lançado no dia da abertura.

A curadoria é de Fernando Oliva e Rodrigo Moura, curador e curador-adjunto de arte brasileira do MASP, respectivamente.

 

O que me encantou foi a história de vida de AGOSTINHO BATISTA de FREITAS. Veja isso:

“Agostinho Batista de Freitas, pintor autodidata e eletricista de profissão,  (Paulínia, São Paulo, Brasil, 1927 – São Paulo, Brasil, 1997) trabalhou no campo até vir para São Paulo, aos 11 anos. No início dos anos 1950, enquanto vendia seus trabalhos no centro da cidade, conheceu Pietro Maria Bardi (1900-1999), diretor fundador do MASP. Na ocasião, Bardicomissionou uma pintura que retratasse a metrópole vista do topo do icônico prédio do Banespa (Banco do Estado de São Paulo), obra que a seguir exibiria na primeira individualde Batista de Freitas, realizada no MASP, em 1952.”

 

 

Ainda , sobre o Release:

“Rodrigo Moura sublinha que a exposição marca um importante posicionamento da atual direção artística do MASP, que deseja problematizar os conceitos de arte erudita e popular por meio de sua programação, com diferentes estratégias.

Segundo os curadores da exposição, a presença de um nome como o de Batista de Freitas no MASP, desde o passado até os dias de hoje, deve ser entendida, inicialmente, no contexto dos interesses de Pietro e Lina Bo Bardi, que não viam esse tipo de trabalho como algo separado das demais manifestações artísticas. As perspectivas do casal sempre foram marcadas pela tentativa de um entendimento mais profundo e generoso sobre o Brasil, uma vez que ambos viam na chamada ‘arte popular brasileira’ uma experiência ampla, que trazia consigo a possibilidade de libertação das hierarquias rígidas da história da arte e seu sistema.”

SERVIÇO de Visitação:

AGOSTINHO BATISTA DE FREITAS, SÃO PAULO

 

Exposição aberta até 09 de Abril de 2017

Local: 2º subsolo do MASP

Endereço: Avenida Paulista, 1578, São Paulo, SP

Telefone: (11) 3149-5959

Horários: terça a domingo: das 10h às 18h (bilheteria aberta até as 17h30); quinta-feira: das 10h às 20h (bilheteria até 19h30)

Ingressos: R$30,00 (entrada); R$15,00 (meia-entrada)

O MASP tem entrada gratuita às terças-feiras, durante o dia todo.

AMIGO MASP tem acesso ilimitado e sem filas todos os dias em que o Museu está aberto. O ingresso dá direito a visitar todas as exposições em cartaz no dia da visita.

Estudantes, professores e maiores de 60 anos pagam R$15,00 (meia-entrada).

Menores de 10 anos de idade não pagam ingresso.

O MASP aceita todos os cartões de crédito.

Estacionamento: Convênios para visitante MASP, período de até 3h. É preciso carimbar o

ticket do estacionamento na bilheteria ou recepção do museu.

CAR PARK (Alameda Casa Branca, 41)

Segunda a sexta-feira, 6h-23h: R$ 14,00

Sábado, domingo e feriado, 8h-20h: R$ 13,00

PROGRESS PARK (Avenida Paulista, 1636)

Segunda a sexta-feira, 7h-23h: R$ 20,00

Sábado, domingo e feriado, 7h-18h: R$ 20,00

 

 

Anúncios