Entrevista com o Artista Ricardo Figueiredo

Conheci Ricardo Pelo face. E a foto que ilustra essa matéria foi a que me chamou a atenção. Estava em processo na época. A beleza da técnica e da mensagem me fizeram ir atrás de Ricardo e conversar com ele. E entender o conteúdo artístico deste surrealista talentoso que trabalha com óleo e aquarela. Ele é de Recife. Desenha muito bem. E dedicou esta tela à comunidade LGBTQ.

Já fez muitas exposições e participou de alguns Salões de Artes. Ele é um talento para  o mercado de arte e artista desde os 12 anos de idade. Acompanhe.

ANV – Quando começou a pintar? Como foi?

RF – Aos 12 anos de idade após ter visto um poster na casa de uma vizinha com a imagem de uma mulher chorando, de alguma forma me emocionei.  Nesse  dia, como um sopro, percebi que poderia pintar. Então comecei.

ANV – O que levou você a pintar seu estilo atual?

RF – Não há uma explicação plausível, gosto de trabalhar com a mente sem fronteiras. Tudo o visível, como o cotidiano, compõe a base que vem complementar o imaginário, transformando-se tal junção na imagem que pretendo transmitir ao expectador.

ANV – Quais técnicas você utiliza? 

RF – Geralmente, uso técnicas comuns. Porém, em algumas obras a óleo e em aquarela, utilizo-me bastante da técnica de veladura. Na realidade a maior técnica a se aprender na pintura é a observação.  Observar não é tão simples como parece. Observar não é olhar! É enxergar o que ninguém vê! Luzes, sombras, formas, intensidade tonal, profundidade, pensamento crítico etc.

Quando o aspirante aprender a observar com a mesma necessidade de quem se alimenta, terá o domínio essencial para desenvolver um bom trabalho. Eu sou autodidata e aprendi desta forma com muita observação e prática.

ANV – Quais são suas principais inspirações, referências e artistas que te inspiram?

RF – Sou contemplativo do belo, adoro a natureza e tudo que advém dela. Em consequência, também, me inspira o místico e, em contrapartida as questões científicas de forma ampla.

Os artistas que mais me influenciaram foram: Leonardo Davinci, Jacques Louis David, Hieronymus Bosch, Salvador Dali, Georgio de Chirico entre outros grandes clássicos.

ANV – Como você se descreveria? 

RF – Artista plástico indo de encontro da percepção perfeita do momento.

ANV – Quais são seus próximos trabalhos em vista:

RF – Sim! Tenho como objetivo fazer uma exposição em 2017, focada na diversidade de gênero humano. Nada fácil, eis que descobri ser tema de bastante complexidade.

ANV -O que mais você gostaria de nos contar?

Esclareço que do período de 2000 a 2010 permaneci afastado do mundo das artes plásticas porque me dediquei exclusivamente a minha empresa, cujo material nela produzido destinava-se àquele mesmo segmento, qual seja, artes plásticas.

Para saber mais sobre o Artista Ricardo Fiqueiredo, seguem abaixo os seus contatos:

https://www.facebook.com/ricardofigueiredodesouza

https://www.instagram.com/kacofigueiredo/

https://br.pinterest.com/Kacofigueiredo/

Boas Artes!

Anúncios

Publicado por patriciaamatobl

Sou Artista Plástica, amante do meio ambiente e mostro como a Arte pode transformar nossas vidas!

6 comentários em “Entrevista com o Artista Ricardo Figueiredo

  1. Muito bom os trabalhos de Ricardo Fiqueiredo , É lamentável que nosso país não dá o menor apoio às artes plásticas. Tudo é cobrado do artista para mostrar seu trabalho, se tiver sorte, no
    caminho de sua carreira, encontrar um colecionador de peso, aí sim ele terá sucesso, caso contrário, cairá no esquecimento.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: