Tive a chance e a sorte de ver as Obras dele ao vivo em Munique, no L E H M B A U H A U S Museum, quando viajava a trabalho para a Alemanha.  Aliás, Franz Marc é nascido em Munique em 1880, uma das cidades mais lindas do mundo.

A Arte de Franz Marc é vigorosa e por muito tempo influenciada pelo cubismo e pelas cores de Roberto Delaunay. Mais tarde ele caminha para abstração bastante influenciado por Kandinsky de quem era amigo pessoal. E fundou o Grupo Cavaleiros Azuis (Der Blaue Reiter), em que Kandinsky, August Macke, Gabriele Munter e ele prório faziam parte.

No mesmo L E H M B A U H A U S , há uma sala só para as Obras de Kandinsky e outra para as de Franz Marc como se fossem dois templos da arte. (Há também pinturas de todos os Blaue Reiter no mesmo Museu). As salas de ambos são maravilhosas.  Claro que a de Kandinsky é muito maior e mais suntuosa. Não porque Franz Marc seja menos brilhante, mas porque deixou menos contribuições devido à sua morte prematura. Tenho certeza de que se tivesse vivido mais, teria sido um artista que teria nos deixado um legado tão bom quanto o de Kandinsky.

Mas Franz Marc  foi à primeira guerra mundial, apresentando-se como voluntário. Em 1916, em Gussainville, durante a  Batalha de Verdun, foi atropelado por um ônibus, quando realizava missão de reconhecimento. Morreu aos 36 anos.

Certamente, sua missão entre nós seria curta. Mas deixou sua marca. Um Cavaleiro Azul, de cores e talento desconcertantes.

Proust! Boas Artes!

 

Anúncios