(Foto de Patrícia Amato)

Mudar por Mudar. Não pode ser assim. Nem o Novo pelo Novo. É necessário pensar com calma e ir aos poucos. Construir um Ponte para Novos Caminhos, como o da Foto que ilustra esta Matéria.

Percebo que tenho tanta vontade de mudar as coisas e tão pouco tempo para executá-las. Tão pouco poder e recursos, mas tanta gente que me apóia que de repente somos poderosíssimos e com tanta força!  E como é importante estarmos em equipe, sermos um time para mudar regras. Ninguém faz nada sozinho.

Este blog ganhou muita força, graças a vocês. Queridos amigos, Artistas, simpatizantes das Artes, colecionadores, verdadeiros curadores. E todos com a mesma vontade de fazer algo diferente. Não precisamos (e nem devemos) concordar sempre, pois um sábio já disse que as discordâncias nos levam a melhores reflexões. Mas o fato de querermos ter novas formas de expor (sem pagar), de formar grupos de artistas, de fazer exposições com verdadeiros curadores que são ou foram artistas e que não cobram fortunas, tudo isso me dá muita esperança.

Acho sim que estamos mudando para melhor e que começamos um movimento de acordar. De deixar de sermos manipulados e nos tornarmos donos de nossa própria carreira. De termos mais sabedoria e darmos nossos passos em busca de nossos clientes. E isso não é pouca coisa.

Agora estou pensando, junto a um grupo de artistas amigos, duas novas coisas de igual importância. Um Novo Grupo de Artistas (que em breve anunciarei) e uma nova forma de fazer mostras de arte. Esta última, deve ser mais estudada. E começou depois de vermos Obras de Arte maravilhosas, recusadas em Salões de Arte.

Como podem ver, não nos faltam oportunidades para repensar o Novo. Mas, como eu disse no início, precisa ser com calma. E talvez, não tudo de uma vez. Uma mudança boa, pode começar aos poucos. Um passo, depois outro. Ah, e claro, ela vem acompanhada de críticas e de alguns incomodados (que se mudem, rsrs) no meio do caminho.

Descrevi aqui o que eu ando fazendo com um grupo de Artistas amigos. Espero com isso, inspirar vocês que leem este artigo a fazer o mesmo. É muito simples. Junte um grupo de artistas amigos, comecem a se cotizar mensalmente, vão atrás de um espaço gratuito e exponham suas Obras. E principalmente, ao aparecer alguém te vendendo uma exposição que tem cheiro de cilada, tenham coragem de dizer aquela palavra mágica de três letras :”Não”.  Leia meu artigo sobre a Tríade – A Vaidade do Artista, o Falso Curador e o Verdadeiro Curador e saiba reconhecer os sinais. (clique aqui para ler o artigo)

Rumo ao Século XXI, já denominado “O Século das Artes” por várias correntes filosóficas e  espirituais. Tomemos o nosso lugar!

Boas Artes!

 

Anúncios