Quem Foi o Artista Sergio Grecu

Obra: “O Triste Lamento de Um Pássaro”, de Sergio Grecu. Vendida em uma de suas exposições individuais. Antes de tudo, foi meu Mestre e grande amigo. Escrevi o texto abaixo para o Sergio em 2015, mas ele nunca publicou. Já fiz entrevista com ele aqui (foi minha primeira no artenavida), já mencionei ele inúmeras vezesContinuar lendo “Quem Foi o Artista Sergio Grecu”

Entrevista com a Artista Dircéa Mountfort

Ela é a Dama da Aquarela Brasileira. Considerada uma  das maiores aquarelistas do nosso país, Dircéa Mountfort é uma Artista que emociona não só o coração das pessoas, como também toca a Alma com suas Obras. Premiada 114 vezes ao longo de sua carreira, tem o Meio Ambiente presente em suas Obras há mais de 40Continuar lendo “Entrevista com a Artista Dircéa Mountfort”

O Olhar da Esquizofrenia na Arte

atamento de Saúde mentalFoto de Capa: Obra “Abstração de Revista” do Artista Adriano, do CAPS II de Atibaia. Postei aqui que estamos em Cartaz com a Exposição ” A SANIDADE DE NOSSOS DIAS” no Centro de Convenções Victor Brecheret, em Atibaia (Alameda Professor Lucas Nogueira Garcez, 511 – Vila Thais, Atibaia – SP, 12941-650 Phone: (11)Continuar lendo “O Olhar da Esquizofrenia na Arte”

A SANIDADE DE NOSSOS DIAS

Foto: Patrícia Amato Quando me perguntam qual minha profissão, respondo prontamente: sou Artista Plástica. E não é raro escutar a segunda pergunta: e você trabalha em que? No começo eu ficava chateada, hoje fico menos. Gasto minha energia explicando de forma didática que ser Artista Plástica é das profissões mais honrosas e de tempo integralContinuar lendo “A SANIDADE DE NOSSOS DIAS”

O Trabalho do Artista

(Obra “A Natureza Emergiu”, de Patrícia Amato) Sempre me questionei se o que faço artisticamente tem alguma relevância. E pensei em desistir inúmeras vezes. Ora por que o mercado está difícil, ora porque não me encontrava, ora por não saber lidar com as críticas. Até perceber uma das coisas mais bacanas da vida. Que oContinuar lendo “O Trabalho do Artista”

Vida e Obra de Gustav KLIMT

Sou apaixonada pelas Obras de KLIMT e meu sonho de consumo é uma coletânea sobre suas obras. Este ano, no Rio, encontrei tal preciosidade numa livraria. Mas custava mais de R$1300,00 e no momento, eu não poderia adquirir. Mas um dia, ah…um dia… Enquanto isso, resolvi fazer uma pesquisa sumária e apresentar aqui no artenavida.Continuar lendo “Vida e Obra de Gustav KLIMT”

Bate Papo Comigo #3 – Quadro ou Obra de Arte?

Inspirada por meu amigo Leandro Dário do #Somos Todos Caveira, gravei este bate papo com exemplos práticos (meus) de diferenças entre Quadro e Arte. Mais ainda, falo e mostro na prática um pouco sobre poética artística. Para ver, clique aqui

Arthur Bispo do Rosário, um Artista Genial

Segundo Freud, os artistas e os loucos estão à frente da humanidade (Freud, in Corrêa, 2001). Arthur Bispo do Rosário foi  classificado como esquizofrênico paranóide e durante sua internação, mostrou-se Artista. Os críticos de arte o consideram um dos Grandes da Arte Contemporânea. E sinceramente, acho que era mesmo. Este brasileiro nasceu em 1909 emContinuar lendo “Arthur Bispo do Rosário, um Artista Genial”

Entrevista com o Artista Visual Jair Rhuys

Conheci o Trabalho de Jair Rhuys pelas redes sociais e me encantei. Começamos a conversar através do blog artenavida e foi uma questão de tempo, muito talento da parte dele e de afinidade nossa para que eu o convidasse a ser um dos 21 Artistas do Grupo de Arte Artenavida. Hoje, vamos mostrar um poucoContinuar lendo “Entrevista com o Artista Visual Jair Rhuys”

“O Protagonismo do Curador Está Chegando ao Fim” – Palavras de Gabriel Perez-Barreiro

(Foto de Patrícia Amato) “O protagonismo do curador está chegando ao fim”. Pérez Barreiro diz isso evocando as primeiras bienais, que foram organizadas por intelectuais e artistas, não por curadores, quase sempre dispostos a eclipsar quem cria obras de arte.Chegamos a um ponto de saturação em termos de curadoria. ” Da reportagem do Novo CuradorContinuar lendo ““O Protagonismo do Curador Está Chegando ao Fim” – Palavras de Gabriel Perez-Barreiro”